Restauração do Concreto de Edifícios Históricos de Brasília foi tema de seminário internacional do Sinduscon-DF

Restauração do Concreto de Edifícios Históricos de Brasília foi tema de seminário internacional do Sinduscon-DF
Compartilhe:

Carolina Araújo
Assessoria de Comunicação Social do Sinduscon-DF

Ontem, dia 1º de dezembro, o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF) realizou webinar com foco na troca de experiências entre França e Brasil sobre restauração e conservação do patrimônio em concreto. O evento é uma parceria com o Icomos Brasil (Conselho Internacional de Patrimônios e Sítios).

O presidente do Sinduscon-DF, Dionyzio Klavdianos; o presidente do Icomos Brasil, Flávio de Lemos Carsalade; e a secretária executiva de planejamento e preservação da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seplan/Seduh), Giselle Moll Mascarenhas, representando o secretário Mateus de Oliveira, compuseram a mesa de honra do evento. Virtualmente, de Paris, Isabelle Palmi representou o presidente do Icomos França, Éric Pallot.

O evento marcou a assinatura do Termo de Cooperação entre Sinduscon-DF e Icomos Brasil para criação do NUTOP - Núcleo Técnico de Observação e Conservação do Patrimônio Histórico do DF, que tem como objetivo propor ações de restauração e conservação do patrimônio do DF, bem como definir diretrizes para solução de problemas identificados nessa área, no âmbito do Distrito Federal.

Na abertura, o presidente do Sinduscon-DF, Dionyzio Klavdianos, celebrou a nova parceria. “É uma honra estar assinando esse projeto com vocês. É a primeira parceria internacional que o Sinduscon-DF realiza e não poderia ser por uma razão mais conveniente do que cuidar de Brasília”, enfatizou.

Com a palavra, Flavio Carsalade, presidente do ICOMOS Brasil, relatou o quanto o projeto é fundamental. “Me sinto muito honrado em participar desse convênio. É de grande importância! A gente sabe que a conservação do concreto armado é um grande desafio no campo da preservação. Talvez hoje a gente tenha mais facilidade para lidar com o patrimônio antigo e mais dificuldade para tratar com as questões tecnológicas relacionadas ao patrimônio moderno. A gente tem vários desafios com relação a isso”, explicou.

Giselle Mascarenhas, da Seduh, enfatizou a importância da conservação dos patrimônios da capital. “É uma grande alegria, como brasileira, participar da instalação dessa iniciativa do NUTOP. Devo dizer que é de grande importância, nós brasilienses, como guardiães de Brasília, não ficarmos alheios das ações de conservação. Queremos que nossos patrimônios sejam conhecidos pelas próximas gerações. A questão da conservação do concreto e do cimento são essenciais para que nós possamos atingir esse objetivo”, justificou.

O presidente do Icomos França, Éric Pallot, gravou um vídeo e descreveu que a parceria será importante para o futuro.  “Fui informado sobre o projeto do encontro, que os comitês francês e brasileiro do Icomos imaginaram, que trata de questões tão importantes como a restauração do patrimônio do concreto e os desafios da gestão dos bens do Patrimônio Mundial. A ligação entre os dois temas é relevante, um assunto para o futuro, pois seremos confrontados com essas questões nos próximos anos”, disse.

Em seguida, o evento trouxe palestras técnicas com representantes da França, Itália, Argentina e Brasil, seguido de uma síntese do evento realizada pela diretora do ICOMOS Brasil, Luciana Féres.

O seminário pode ser visto na íntegra no canal do YouTube do Sinduscon-DF. Clique no link e assista: bit.ly/3G7vg8F

Clique aqui e confira as fotos do evento!

 

Voltar