Diretora da Codeplan-DF e economista do Sinduscon-DF participaram de reunião de diretoria

Diretora da Codeplan-DF e economista do Sinduscon-DF participaram de reunião de diretoria
Compartilhe:

Carolina Araújo
Assessoria de Comunicação Social do Sinduscon-DF

Na terça-feira (02), o Sinduscon-DF recebeu em reunião de diretoria a diretora de Estudos e Pesquisas Socioeconômicas da Codeplan-DF, Clarissa Schlabitz, e a economista do Sinduscon-DF, Gabriela Felipe Martins. Os resultados gerais da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD) e a primeira entrega do Boletim Econômico do Sinduscon-DF/Codeplan-DF foram apresentados na oportunidade.

Com a palavra, Clarissa explicou que a PDAD, realizada pela Codeplan, está na sexta edição, com periodicidade bianual e o objetivo principal é levantar informações socioeconômicas do DF, principalmente das Regiões Administrativas. “O IBGE hoje faz um retrato socioeconômico do Distrito Federal como um todo. O levantamento não oferece com frequência, além do Censo, informações para as regiões administrativas e é aí que a gente entra”, explicou.

A diretora apresentou os grupos de renda da PDAD do DF que são: alta; média-alta; média-baixa; e baixa. “A população de renda alta é mais envelhecida, já a de baixa renda é mais nova e está em crescimento, ou seja, politicamente falando é onde está o futuro do DF”, pontuou.

A pesquisa também mostrou que um quarto dos moradores da capital gasta mais de 45 minutos para se deslocar de suas residências até o local de trabalho.

Logo após a apresentação, o debate foi aberto para perguntas. O vice-presidente do Sinduscon-DF, Marcelo Paro, questionou se existem estudos sobre a migração de pessoas para o DF. Em sua resposta, Clarissa afirmou que é realizado um levantamento neste sentido e que 55% da população do DF é de outro estado.

A reunião seguiu com palestra da economista do Sinduscon-DF, Gabriela Martins, que enfatizou a importância do projeto que o sindicato realiza junto a Codeplan-DF. “O projeto é muito rico e o primeiro passo é a análise bibliográfica, trazendo o que os estudiosos do tema falam, o que será uma contribuição não só para o setor da construção, mas também para a academia”, descreveu

Em sua apresentação, Gabriela destacou a importância do setor para a economia. "A construção civil é muito importante para o desenvolvimento do país. Tem um papel muito forte e corresponde a 51,8% do PIB da Indústria do DF", ressaltou. Ela explicou que com a economia em desenvolvimento, a construção civil cresce paralelamente porque há uma demanda muito grande dos produtos do setor, visto que a industrialização ainda não está completa e novas infraestruturas ainda serão desenvolvidas.

Ela também destacou que o setor tem alta capacidade de gerar e difundir empregos; é uma ferramenta para diminuir o desemprego em momentos de crise econômica; e é uma área de grande diversificação de funções.

O próximo passo do projeto, que acontecerá durante o mês de agosto, será uma análise de dados sobre o mercado de trabalho, informações sobre a participação na economia, dinâmica do comércio, serviços e dados de insumos.

O presidente do Sinduscon-DF, Dionyzio Klavdianos, reforçou que o trabalho que está sendo elaborado será um legado para a construção civil do DF e espera que a parceria com a Codeplan-DF perdure por muitos anos.

Voltar
Enviar mensagem no WhatsApp