GT do BIM Colaborativo encerra atividades em 2020

GT do BIM Colaborativo encerra atividades em 2020
Compartilhe:

Lucas Junqueira
Assessoria de Comunicação Social do Sinduscon-DF

Na tarde desta quinta-feira (17), foi realizada a reunião de encerramento das atividades do Grupo de Trabalho BIM Colaborativo em 2020. No encontro, foi discutido o andamento dos modelos básicos de estrutura, paisagismo, drenagem e hidrossanitário.

Na abertura, foi transmitida uma mensagem do presidente do Sinduscon-DF, Dionyzio Klavdianos, que não pode estar presente, mas fez questão de gravar um vídeo parabenizando os integrantes pelo trabalho desenvolvido. ‘’Estamos abertos a sugestões e o que for necessário para o serviço continuar, se expandir e trazermos novas empresas para trabalhar conosco’’, confirmou.

Na oportunidade, Klavdianos ainda comentou sobre uma possível parceria com o Sebrae-DF para a criação de novas turmas de BIM Colaborativo. ‘’Precisamos tomar frente nesta metodologia’’, enfatizou.

Por conta da pandemia da Covid-19, o grupo teve de se adaptar às reuniões periódicas para o formato online. Segundo a gerente técnica do Sinduscon-DF, Gezeli Bandeira de Mello, a transição facilitou o fluxo de trabalho, devido ao tamanho dos encontros e o deslocamento para participação. ‘’À distância não atrapalha, já que os arquivos são compartilhados na tela e ainda possibilita o participante entrar, cumprir o seu propósito na reunião, e sair, se necessário’’, finalizou.

A gerente técnica ainda afirmou que o projeto tem sido bem desenvolvido e que todos os integrantes têm aprendido com a metodologia. ‘’Estamos aprendendo muito sobre o BIM, como ele funciona no mercado, a relação com as empresas, as técnicas envolvidas, os softwares e demais ferramentas necessárias a sua utilização e desenvolvimento’’, completou.

Rogério Suzuki, consultor BIM da CBIC, fez breve participação na reunião e reforçou que está contente pela evolução alcançada pelo grupo, mesmo com todos os empecilhos enfrentados em meio a um ano desafiador. Segundo ele, a metodologia será ainda mais difundida em 2021.‘’Existe até mesmo interesse do exterior’’, adianta.

A previsão é de que o projeto básico da Praça do BRT seja entregue ainda no início de 2021.

Voltar